ESTIVERAM PRESENTES NA XX MARCHA À BRASILIA EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS OS VEREADORES ALEX MAIA, JOSÉ ADRIANO, VALDIR DE OLIVEIRA E VALTER FILHO.

86

O ano de 2017 será marcado pelas reformas: Previdenciária, Trabalhista, Tributária, entre outras. Atenção redobrada deverá ser acompanhada de ações por todos nós, municipalistas, a fim de que este ano também seja de conquistas para o nosso movimento.

A Confederação Nacional de Municípios, junto às entidades estaduais e microrregionais, defende o “encontro de contas” entre governo federal e Municípios, a redução do custeio das máquinas públicas e os recursos financeiros condizentes com as competências estabelecidas pelo pacto federativo.

A 20ª edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, programada para o período de 15 a 18 de maio de 2017, é o momento auge do movimento cujo objetivo principal é lutar em prol dos interesses dos serviços prestados ao cidadão brasileiro no local onde ele reside. É sempre importante lembrar que a Marcha é um espaço de lutas para definir e alertar autoridades do Executivo, do Congresso Nacional e do Judiciário sobre temas que permitam a conquista de autonomia pelo Ente Município, além de mostrar ao cidadão os caminhos que os gestores municipais defendem como solução para enfrentar e vencer a crise que a todos atinge.

O novo Brasil precisa iniciar revisando a base que sustenta esta Federação, enfrentando a crise dos Municípios. Conto com a participação de todos os companheiros municipalistas para, juntos, construirmos, a partir dos Municípios, o Brasil com que todos sonhamos.

Paulo Ziulkoski
Presidente da Confederação Nacional de Municípios