Presidente da FAEB – Humberto Miranda, participa da 3ª Sessão Ordinário do 2º Período legislativo.

45

Contamos hoje em nossa Sessão, com a presença ilustre de nosso amigo Calmonense Humberto Miranda – Presidente da FAEB.

 A missão da FAEB é representar, organizar e fortalecer o produtor rural baiano defender seus direitos e interesses, promovendo o desenvolvimento econômico, social e ambiental do setor agropecuário.

A FAEB está na Internet para disponibilizar aos Produtores Rurais e Sindicatos Associados, não somente informações pertinentes à Instituição, na condição de interlocutora da categoria legalmente constituída e reconhecida pela Constituição Brasileira, mas também sobre todo o ambiente do agronegócio, tais como: Tecnologia Agropecuária, Mercado e Cotações, Cursos e Treinamentos, Boletins Meteorológicos, dentre outras.

Instituição privada mantida pelos produtores rurais da Bahia, a FAEB é entidade sindical de grau superior, com sede e foro na cidade de Salvador. Faz parte do Sistema Sindical Rural e está integrada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, que congrega todas as Federações Estaduais e está sediada em Brasília.

A FAEB está convencida de que somente com a organização política do produtor haverá força para assimilar, modificar e conviver com os novos paradigmas impostos pela economia global. É constituída por mais de uma centena de sindicatos sediados em diversos municípios e reconhecida por Carta Sindical de 30 de dezembro de 1965, conforme a Lei 4.214 de 02 de março de 1963. O sindicato é, portanto, o órgão de defesa da classe em termos municipais ou regionais, enquanto a CNA é o órgão máximo de representação no âmbito federal e internacional.

Entre seus objetivos estão: organizar e defender os direitos do produtor rural; viabilizar soluções em defesa dos Direitos dos Produtores Rurais; promover uma maior eficiência para o desenvolvimento de um agronegócio competitivo na economia globalizada; viabilizar soluções para o fortalecimento dos Sindicatos Rurais; intercambiar parcerias dos Sindicatos Rurais com Instituições Públicas e Privadas em prol da sustentabilidade do agronegócio; e promover eventos de conhecimento e transferência de tecnologias para os produtores rurais.