REQUERIMENTO Nº 03/2021

131

REQUERIMENTO Nº 03/2021

Exmo. Sr. Anderson Alberto Batista Barreto
M.D. Presidente da Câmara Municipal.
Miguel Calmon – Bahia

Senhor Presidente,

Venho, por meio deste, solicitar a Vossa Excelência a inclusão do presente requerimento para a apreciação e votação do Plenário desta Casa Legislativa, e se aprovada seja enviado o ofício para os senadores da Bahia na república, que eles sejam solidários a este projeto que beneficiará a uma classe tão merecedora que são estes profissionais de saúde, conforme relato a seguir: A enfermagem ao longo da história é uma profissão que tem em sua essência o cuidar, baseada e fundamentada na doação ao próximo, sempre priorizando o outro em detrimento do seu próprio cuidar. Vista como forte, heroica e humana, aplaudida e grata por muitos, porem esquecida do ponto de vista do reconhecimento das fragilidades, limitações e necessidades humanas, sendo uma classe que precisa ser na prática reconhecida, valorizada e cuidada. Na pandemia COVID-19, o olhar da enfermagem para si e para os seus entes queridos se tornou não prioritário, cedendo lugar para a sociedade, seja em instituições hospitalares, lutando bravamente em leitos de hospitais pela vida do próximo, se expondo tantas vezes ao risco de contaminação, em gestões de serviços de saúde com planejamento de ações de controle da pandemia e na atenção básica sendo responsável por administrar a dose de esperança tão almejada pela humanidade: a vacinação.
Assim sendo, a enfermagem uma profissão de acolhimento e doação visando o bem-estar e saúde do próximo, merece ser apoiada no projeto de lei nº 2.564/2020 que visa criar o piso salarial nacional para a enfermagem de R$ 7.315,00 para enfermeiros, R$ 5.120,00 para técnicos de enfermagem e R$ 3.657,00 para auxiliares de enfermagem e parteiras.

Certo de contar com sua atenção e atendimento, subscrevo-me.

Miguel Calmon – Bahia, 26 de abril de 2021.

Carlos Roberto Miranda Rios
Vereador